Florais, óleos essenciais, flores, frutas e ervas são a base do Menu Energias, novidade do Le Manjue

Receitas perfumadas e revigorantes destacam a vocação funcional da casa de Renato Caleffi, conhecido por seu pioneirismo na gastronomia funcional

Não foi ontem. Foi lá em 2007 que o Le Manjue surgiu como restaurante funcional e saudável. Sem pressa, provou ser possível atrair um público para além das academias de ginástica com itens orgânicos e deliciosidades como chips de banana verde e a incontornável ganache de chocolate. Para além da nutrição básica, sua cozinha apostou em efeitos positivos na saúde e no paladar.

Não à toa, passada mais de uma década, o espaço da Vila Nova Conceição espalhou seu conceito para quatro cafeterias, sem jamais abandonar as inovações. O chef Renato Caleffi (fundador da marca e referência em gastronomia orgânica e sustentável) é um incansável na pesquisa ininterrupta de produtos e combinações únicas e hoje elas se revelam no Menu Energias.

O novo cardápio é um chamado para o melhor da temporada mais quente e colorida do ano. Nesse sentido, as receitas florescem com ingredientes naturais, utilizados com maestria. Antes mesmo delas, o comensal é recepcionado por um shot imunizante e por gotinhas aromáticas de elevation (óleo essencial): o convite ao despertar, à felicidade e ao bem-estar está feito – e ele está pronto para escolher o que degustar!

 

 

 

Democrático por natureza, o menu oferece opções para todos os gostos, sempre com alternativa de proteínas plant based ou animal, como é o caso da Salada Burrata, com folhas verdes, rabanetes assados e pesto de azedinha, finalizada com óleo essencial de manjericão. Detalhe: a burrata pode ser de leite de búfala (R$ 54) ou plant based, com leite de castanha de caju (R$ 60). A Jaca Tunacombina folhagem, lascas da fruta em maionese funcional (plant based), páprica defumada, ervas e óleo essencial de limão siciliano (R$ 52). Ambos, escoltados por pão vegano quentinho, sem glúten.

Inspirada na Grécia, a Salada Chèvre de folhas orgânicas, melancia com sementes (pois elas são comestíveis e imunizante), queijo de cabra, hortelã e óleo essencial de laranja (R$ 48) pode deixar de ser veggie ao ganhar cubos de mignon de cordeiro (R$ 58).

Na sequência, destaca-se entre os principais, o Talharim ao Capim-limão com bechamel de couve-flor e inhame, perfumado com capim-limão e avelãs tostadas, servido com camarões (R$ 82) ou com tofu defumado (R$ 62). O Pescado da Estação (invariavelmente sustentável, R$ 62) chega à mesa grelhado, na companhia de caviar de lentilha negra, purê sazonal com gengibre, vinagrete de cambuci (fruto da Mata Atlântica que esbanja vitamina C) e toque do óleo essencial de tangerina.

Igualmente frescas e trabalhadas em florais, as sobremesas passam a contar com Macedônia com Sorvete de Cumaru (frutas assadas da estação com vinho branco, suco de tangerina, damasco, mix de castanhas com especiarias e sorvete de vanilla e cumaru, finalizado com óleo essencial de cardamomo; R$ 38). Vegano, o Doce Longevidade, por sua vez, alia o low-profile camu-camu (poderosa frutinha amazônica), servido como sorbet, a um mix de nuts com especiarias, calda de frutas vermelhas e a notas do óleo essencial de cúrcuma (R$ 36).

Por fim, Figo da Paixão à base de compota com folhas de louro, o sorbet de figo vem com redução de balsâmico, óleo essencial de erva-doce e floral da paixão (R$ 36). Uma doçura equilibrada, que reflete a originalidade da nova carta, seja pelo uso dos poderosos óleos (de cardamomo, manjericão, limão siciliano, gengibre, cúrcuma etc.), seja pela persistência de ressaltar o natural e assim surpreender.

Atualmente, o Le Manjue amplia sua atuação via delivery (no próprio da casa, Uber Eats, Ifood, Rappi e Apptite) e take away também. Nessa seara, merecem menção os bowls saudáveis (a partir de R$ 32), que transcendem o paladar com memórias afetivas, além do Mexidinho de frango thai (frango moído à moda tailandesa envolvido em arroz integral, tomatinhos e castanha de caju, acompanha molho de pimenta e saladinha) e o Brasileirinho, com carne moída envolvido em arroz integral, mexidinho de ovo, couve fatiada e tomatinho cereja, acompanha molho de pimenta e saladinha (R$ 42, cada). Ambas podem se tornar combos completos (com saladinha e bebida natural, como as kombuchas da casa) e eficazes na hora do almoço.


Sobre Renato Caleffi

 

Chef Renato Caleffi_Carol Nuñes

 

Um dos pioneiros em alimentação orgânica, saudável e funcional, o chef Renato Caleffi é autor de  seis livros, sendo quatro sobre gastronomia funcional e dois infantis. Caleffi, que respeita as restrições alimentares e paladares, promovendo uma gastronomia democrática, comanda seu Le Manjue desde 2007 e segue lapidando a gestão de alimentação fresca, orgânica e consciente.

 

Endereço

Rua Domingos Fernandes, 608 – Vila Nova Conceição/SP
Tel: (11) 3034-0631

Compartilhe

Comentários estão fechados.