Passeios ao ar livre para fazer no verão do Alentejo

Destino oferece diversidade de atividades desde o campo até o litoral

O Alentejo, região mais autêntica de Portugal, possui uma natureza exuberante e convidativa que permite ao visitante desfrutar de atividades ao ar livre a maior parte do tempo.

Paisagens que se estendem por imensas planícies e áreas montanhosas que contornam um litoral banhado pelo oceano Atlântico, muito ar puro e mais de três mil horas de sol por ano ajudam a explicar por que os passeios ao ar livre são parte importante dos roteiros pelo Alentejo. Seja em cenários naturais ou nas cidades e vilarejos, não faltam opções para explorar as belezas da região.

Para quem gosta de caminhar ou pedalar, as trilhas são excelentes opções para estar mais perto da natureza e aproveitar o ar puro do Alentejo, seja explorando o litoral, os campos ou os lagos do interior. Para os iniciantes, a trilha do Castelo de Vide a Marvão, duas das mais charmosas vilas da região, é ideal por ser um percurso de dificuldade média, com cerca de nove quilômetros e duração de pouco mais de três horas, que passa por paisagens rurais e naturais, caminhos murados, calçadas medievais e marcos romanos.

No litoral, além das trilhas, é possível relaxar em algumas das praias mais bonitas da Europa. Na praia de Tróia Galé, por exemplo, os visitantes podem praticar atividades aquáticas como surfe, bodyboard e vela ou fazer um agradável passeio de barco para observar golfinhos na reserva natural do Estuário do Sado. Além disso, o local conta com um rico patrimônio histórico como as ruínas romanas com mais de dois mil anos de história.

Nos pequenos vilarejos, o ritmo pacato combina charme e história em suas ruas de pedras, castelos, igrejas, muralhas e outros monumentos centenários. Vilas como Monsaraz, Mértola e Arraiolos farão qualquer viajante se apaixonar pelo campo.

Durante os dias ensolarados de verão, o visitante ainda pode desbravar os parques e as reservas naturais do Alentejo como o Parque Natural do Vale do Guadiana, onde é possível fazer trilhas e passeios de canoa, além de observar animais incríveis como o lince-ibérico e a águia-real. No parque da Serra de São Mamede, além de trilhas em meio a uma rica vegetação, há uma vista deslumbrante do Pico de São Mamede, o mais alto da serra.

Já o entardecer é perfeito para fotografar monumentos e ruínas que ganham tons de amarelo, laranja e vermelho em um belíssimo pôr do sol. Entre os monumentos que valem o registro fotográfico estão o Templo Romano de Évora, considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO e ponto turístico obrigatório em uma visita pela região, e o Aqueduto da Amoreira, uma obra intrigante e um dos cartões postais mais bonitos da cidade de Elvas. À noite, é hora de explorar os mistérios do universo na reserva Dark Sky Alqueva, o primeiro Starlight Tourism Destination do mundo.

Em qualquer época do ano a luz do Alentejo é única e transforma os destinos em cenários incríveis para apreciar, curtir, relaxar e, claro, fotografar.


Sobre o Alentejo 

Considerado o destino mais genuíno de Portugal, o Alentejo é a maior região do país. Privilegiando um lifestyle tranquilo em que a experiência de viver bem dá o tom, conta com belas praias intocadas e cidades repletas de atrações ímpares, como castelos e monumentos históricos. Detentor de quatro títulos da UNESCO e diversos outros prêmios e reconhecimentos internacionais no setor do turismo, o Alentejo oferece opções para todos os tipos de viajantes, sejam famílias, casais em lua de mel ou aventureiros. A promoção turística internacional do Alentejo é co-financiada pelo Alentejo 2020, Portugal 2020 e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). Para mais informações, visite www.turismodoalentejo.com.br.

Compartilhe

Comentários estão fechados.